Odisseia

Homero

“Homero tinha um gênio acabado para a poesia, tinha o mais vasto, mais sublime e mais universal engenho que jamais houve.”, escreveu E. Harwood. Este poema épico, aqui traduzido por um dos tradutores literários mais prolíficos do século XIX, narra as peripécias vividas por Odisseu em seu retorno de Troia para sua Ítaca natal, onde anseia por rever seu filho Telêmaco e a esposa Penélope.

Depois de errar por dez anos, impedido por Posido de retornar para casa, o herói do poema tem que vencer a prepotência dos pretendentes, que permanecem no palácio e dilapidam os bens da família.

Com enredo mais romanesco que a outra epopeia de Homero, a Ilíada, o poema sustenta três divisões enfáticas no enredo: os cantos I a IV, chamados de Telemaquia, narram as viagens de Telêmaco em busca de notícias do pai; os cantos V a XII, conhecidos como Narrativas de Odisseu, se concentram no relato do protagonista das aventuras vividas entre a saída de Troia e a chegada à Esquéria onde se encontra, terra dos Feácios governados por Alcínoo; finalmente, os cantos XIII a XXIV relatam como Odisseu prepara e executa a retomada do palácio e a vingança dos pretendentes.

Ficha técnica

Número de páginas
400
ISBN
978-85-7715-249-0
Encadernação
Brochura
Dimensões
11.5 × 17.5 cm
Peso
0.4 kg
Ano de lançamento
2011

Tags

Compartilhe