Carta sobre a tolerância

John Locke

Locke defende nesta carta que as ações dos cidadãos, principalmente as religiosas, devem ser defendidas pelo Estado, desde que essas ações não contrariem a sua função principal: defender a vida, a liberdade e a propriedade. A reivindicação por tolerância tem como pressuposto a separação entre Estado e Igreja, ideia revolucionária para o cenário político de então.

Carta sobre a tolerância foi redigida em latim durante o exílio político de Locke na Holanda sob o título de Epistola de tolerantia, e no mesmo ano traduzida para o inglês por William Popple (A Letter Concerning Toleration, 1689). A tradução que ora apresentamos ao leitor segue essa versão inglesa da Carta, pois foi a ela que Locke se referiu posteriormente, constando também na maioria das edições de suas obras.

Ficha técnica

Número de páginas
104
ISBN
9788577150502
Encadernação
Brochura
Peso
0.105 kg
Ano de lançamento
2007

Compartilhe