Maio de 68 é a nova edição, revista e ampliada, do volume especial da Coleção Encontros, em celebração aos 50 anos do levante que transformou profundamente toda a cultura ocidental. A revolta estudantil nos anos 1967-68 caracterizou-se por seu caráter internacional, pois atingiu países muito diferentes no que se refere ao nível de vida ou ao sistema social ou político.

Tendo início em Berkeley, nos EUA, o levante logo se espalhou para os países ocidentais, chegando a atingir até os países comunistas, como a Polônia, bem como os países do Oriente Médio e da América Latina. Não obstante, foi na França que o movimento atingiu sua máxima expressão, onde a revolta estudantil transformou-se rapidamente num processo de deflagração em cadeia que atingiu todas as camadas da sociedade. Conforme síntese de Edgar Morin, “Maio de 68 foi a ‘brecha’ feita em nossa sociedade e, por essa brecha, todo um recalque, todo um inconsciente, todo um conjunto de coisas marginais, toda uma necessidade, toda uma libido se precipitou. Todo um questionamento nasceu.”

O presente livro reúne entrevistas e depoimentos com os principais nomes daquele período, muitas vezes no calor da hora. De Sartre entrevistando Cohn-Bendit, o líder estudantil francês, a pensadores como Marcuse e Edgar Morin, passando por depoimentos sobre os movimentos que despontaram naquele período, como os Provos, os Situacionistas e os Diggers, "Maio de 68" traz um importante e envolvente registro em primeira pessoa daquele surpreendente momento histórico, tornando a série de entrevistas aqui reunidas um documento fundamental para os interessados nesse período que transformou a cultura do ocidente.

Ficha técnica

Número de páginas
240
ISBN
9788579200571
Encadernação
Brochura
Dimensões
1.4 cm × 13.5 cm × 17.5 cm
Peso
0.35 kg
Ano de lançamento
2018

Compartilhe