O Rabi de Bacherach e três artigos sobre o ódio racial

Heinrich Heine

O texto que dá título a esta edição é um “fragmento de romance” publicado em 1840 e o ensejo imediato para a narrativa, que pretendia ser um romance histórico, foi a a intenção de Heine de contrapor-se à escalada de antissemitismo que se manifestava então na Alemanha.

Rabi de Bacherach é situado no final do século XV, mas o narrador remonta também a séculos anteriores para tocar nas raízes históricas do antissemitismo na Alemanha. Apesar de seu entusiasmo pelo projeto, Heine não conseguiu vencer a amplitude e a aspereza do assunto. Entretanto, mesmo em seu caráter fragmentário, a obra constitui expressivo exemplo da arte narrativa de Heine e é o documento mais elucidativo de sua flutuante relação com o judaísmo.

Os três textos publicados como apêndice enfocam a questão do fanatismo religioso e foram extraídos do volume Lutetia, em que Heine enfeixou 61 artigos escritos em Paris entre fevereiro de 1840 e maio de 1844, bem como quatro artigos dos anos 1843 a 1846.  

Ficha técnica

Número de páginas
128
ISBN
9788577151318
Encadernação
Brochura
Peso
0.127 kg
Ano de lançamento
2009

Compartilhe