A grandeza da Rússia se mede por muitas réguas diferentes. A da geografia, da história, da política, da guerra. Mas talvez nenhuma supere a da literatura. E em particular, a da literatura do século XIX, "que só gênios concebia", tomando assim ao pé da letra este verso de Pessoa – e que está aqui representada, em traduções diretas, por seus maiores nomes: Aleksandr Púchkin, Nikolai Gógol, Fiódor Dostoiévki, Liev Tolstói, Anton Tchekhov e Maksim Górki.

Considerando que Tchekhov e Dostoiévski, particularmente, são dois dos nomes mais influentes da literatura contemporânea (pois o conto e o romance modernos não existiriam sem eles), o que está aqui reunido, em Os russos, afinal, não são somente os maiores nomes da literatura russa de seu período áureo, mas parte importante da literatura mundial de todos os tempos.



SUMÁRIO

PÚCHKIN | A casinha solitária na Ilha Vassili | Do editor | A nevasca | A senhorita camponesa | Noites egípcias | História do povoado de Goriúkhino


GÓGOL | O nariz


DOSTOIÉVSKI | Um coração fraco | Uma árvore de Natal e um casamento | O ladrão honesto | O pequeno herói | Memórias do subsolo


TOLSTÓI | Sebastopol em dezembro | Sebastopol em maio | Sebastopol em agosto


TCHEKHOV | Vanka | Devaneios | Gricha | Talento | A aposta


GÓRKI | Makar Tchudrá | A velha Izerguil | Tchelkach | Boles | Os compadres | Pequeno-burgueses

Ficha técnica

Número de páginas
880
ISBN
9788577153565
Encadernação
Brochura
Peso
1.315 kg
Ano de lançamento
2015

Compartilhe