Thumb_o-chamado-de-cthulhu

O chamado de Cthulhu

H.P. Lovecraft

O conto que dá nome à coletânea é um dos grandes clássicos do horror do século XX. O livro reúne ainda outros seis textos, escritos ao longo da vida do autor, desde sua estreia literária com "Dagon” até pouco antes de sua morte. Contém o inédito “A música de Erich Zann”, considerado pelo próprio Lovecraft um de seus melhores escritos. No apêndice, o leitor encontrará ainda uma carta do escritor ao amigo R.Michael, em que fala sobre sua personalidade e sua vida, e um artigo em que discute o método que empregava na criação de seus contos. 

Thumb_a-sombra-de-innsmouth

A sombra de Innsmouth

H.P. Lovecraft

Única obra do autor publicada em vida, que apresenta ao leitor os horrores de um universo onde aberrações monstruosas ameaçam o futuro da espécie humana. A história é o perturbador relato de um jovem que, durante uma viagem pela Nova Inglaterra, vê-se obrigado a passar uma noite em Innsmouth – o vilarejo portuário em ruínas que não consta em nenhum mapa e esconde um mistério tão profundo quanto as águas que o banham. O apêndice do volume contém uma carta de Lovecraft a Alvin Earl Perry, na qual expõe um método para a narração de histórias e discute a insatisfação que sentia em relação ao mercado editorial, e uma árvore genealógica dos principais personagens da novela concebida especialmente para esta edição.

Thumb_sobre-a-etica

Sobre a ética

Arthur Schopenhauer

Este conjunto de pequenos ensaios filosóficos de Schopenhauer são parte do livro Parerga e Paraliponema (o que pode ser traduzido como ornatos e complementos), publicado em 1851 e responsável por tornar o autor mundialmente conhecido.

Thumb_o-horror-de-dunwich

O horror de Dunwich

H.P. Lovecraft

O horror de Dunwich é uma novela essencial ao ciclo mítico de Cthulhu. Em 1913, no vilarejo de Dunwich, a albina Lavinia Whateley dá à luz um menino com feições de bode, filho de um pai desconhecido. Wilbur causa espanto devido a seu desenvolvimento de rapidez sobrenatural. Em seus estudos, ele descobre Necronomicon — o temível compêndio de sabedoria oculta escrito pelo árabe louco Abdul Alhazred. Mais tarde, ao perceber que dispõe apenas de uma tradução inglesa incompleta do documento, Wilbur sai em busca da rara edição latina para dar continuidade ao misterioso ritual em família que atinge o ponto culminante com O horror de Dunwich. O apêndice traz quatro textos relacionados à importância do Necronomicon na obra de Lovecraft: os contos “História do Necronomicon” e “O sabujo”, além de duas cartas escritas pelo autor.